terça-feira, 19 de setembro de 2017

Abaixo-assinado online pede o Fim da "duzentena" para professores em São Paulo



Em 2018 cerca de 35 mil professores temporários terão que deixar a rede estadual de ensino, segundo números da Apeoesp (Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo). Eles deverão ter seus contratos encerrados porque os temporários da rede estadual precisam, ao final de três anos de contrato de trabalho, cumprir o período chamado duzentena, em que ficam 180 dias fora das salas de aula do Estado.

A “duzentena” é uma exigência de uma lei de 2009 que rege a contratação de temporárias em todo Estado. O objetivo é a não configuração de vínculo empregatício. Essa é considerada uma exigência que precariza a educação e afronta à dignidade dos professores. A grande maioria desses profissionais acaba ficando sem emprego por um longo período.

Um Abaixo-assinado online pede o fim da "duzentena" para professores em São Paulo, além de também reivindicar outros direitos como a utilização do IAMSPE .

Os interessados podem acessar o Abaixo-assinado  Clicando Aqui


0 comentários:

Postar um comentário

CURTA NOSSA PÁGINA !!!


Mais Lidas