Pular para o conteúdo principal

Professores de escolas particulares entram em greve. Cerca de 3.000 profissionais paralisaram suas atividades.



Professores do ensino básico de 32 escolas tradicionais da rede particular da cidade de São Paulo não deram aulas nesta quarta-feira (23) em protesto contra a revisão dos benefícios, segundo o Sindicato dos Professores de São Paulo (Sinpro-SP). Cerca de 3.000 professores de escolas particulares paralisaram suas atividades nesta quarta-feira. Ao todo, a cidade tem 2.500 escolas de educação básica na rede particular.

Dentre as escolas que aderiram à paralisação estão o Colégio Equipe, na região central de São Paulo, Colégio Santa Cruz, no Alto de Pinheiros, Zona Oeste, e a Escola Nossa Senhora das Graças - Gracinha, que fica no bairro do Itaim Bibi, Zona Sul da capital paulista.

Dentre as reivindicações dos professores, estão manter os 30 dias de recesso no final do ano (o sindicato patronal quer reduzir para 23 dias), manter o número de duas bolsas de estudo para os filhos dos professores (o sindicato quer reduzir de duas para uma em escolas com menos de 200 alunos, desde que o professor dê pelo menos 10 aulas na escola).

Os professores também lutam contra o fim (ou a inviabilização ) da garantia semestral de salários, o fim das férias coletivas e a possibilidade de redução de salários por acordo.

O sindicato não aceitou propostas dos patrões na convenção coletiva, que segundo a entidade retiram diretos, e levou o caso ao TRT (Tribunal Regional do Trabalho). Para a diretora do Sinpro Silvia Barbara, os patrões querem mudar as regras.

"Eles querem a redução do recesso da licença-remunerada, que normalmente é de 22 de dezembro a 21 de janeiro. Na prática, voltaríamos a trabalhar no começo de janeiro. Além disso, querem acabar com as férias coletivas. Como os professores geralmente dão aula em mais de uma escola, sem férias coletivas eles nunca terão férias", explica Silvia.

Nova assembleia nesta quarta-feira deverá definir se os professores entrarão em greve.


Benjamin Ribeiro da Silva, presidente do Sieesp (Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino do Estado), nega que queiram retirar benefícios dos professores. “É muito simples, não estamos querendo tirar direito nenhum. Antes tínhamos 180 dias de aula por ano e agora somos obrigados a dar 200 dias letivos. Não queremos acabar com as férias estamos querendo reduzir 7 dias do recesso. Pedimos 10 dias do recesso, mas chegamos a um acordo de 7”, explica ele.

“Este benefício de 3 meses de férias por ano tínhamos há 30 anos, e com a possibilidade de dar aula aos sábados existia a possibilidade dos professores ficarem mais dias em casa. As únicas categorias no Brasil que têm 60 dias de férias no Brasil são juiz, professor e deputado”, completa ele.

De acordo com Silvia Barbara, além das regras que o sindicato patronal quer mudar, outras reivindicações foram rejeitadas.
  • proibição de contrato intermitente e terceirização:
  • pagamento de hora-tecnológica;
  • licença maternidade de 180 dias gravidez e adoção;
  • licença paternidade de 10 dias;
  • plano de carreira (entrega de cópia ao sindicato) ;
  • isonomia salarial;
  • homologação da rescisão contratual no sindicato;
  • entrada do dirigente sindical na sala dos professores durante os intervalos.





Comentários

MAIS VISTAS

Aberto Concurso Público com 900 vagas (Nível Médio). Salário de R$ 1.950,00

A Marinha do Brasil divulgou o novo Concurso Público destinado ao preenchimento de 900 vagas para a realização de curso nas Escolas de Aprendizes-Marinheiros e da Carreira Militar - CPAEAM/2020.

Ao profissional que for efetivado terá a bolsa-auxílio referente a graduação, sendo um valor total bruto de R$ 1.179,72, sendo este valor correspondente a R$ 1.044,00 de soldo militar e R$ 135,72 ao adicional militar.

Quando concluir o curso, o profissional será promovido à graduação de Marinheiro no qual passará a receber a remuneração total no valor de R$ 1.950,00.

Há alguns requisitos a serem preenchidos, sendo alguns deles:

A altura mínima é de 1,54m e a máxima é de 2,00m;
Ter 18 anos completos e menos de 22 anos de idade no primeiro dia do mês de janeiro de 2021;
Ser brasileiro nato ou naturalizado, do sexo masculino;
Não ser casado ou não ter constituído união estável;
Ter concluído ou estar em fase de conclusão do 3º ano do Ensino Médio;

As inscrições devem ser realizadas durante o 20 de janeiro…

Aberto Concurso Público no RJ com mais de 600 vagas para Professores

A Secretaria Municipal de Educação de Volta Redonda, no Rio de Janeiro, lançou o novo edital para as carreiras de professor do município (concurso SME Volta Redonda). São 606 vagas imediatas para docentes. A prova é de responsabilidade da Fundação Educacional de Volta Redonda (FEVRE). 


As vagas são para Docente II nas áreas de Educação Infantil, Ensino Fundamental do 1º ao 5º ano e anos iniciais da EJA (369) e Professor Intérprete de Libras - ouvinte (15) e para Docente I nas áreas de Artes (6), Ciências (13), Educação Física (63), Geografia (16), História (10), Língua Inglesa (59), Língua Portuguesa (26) e Matemática (29).
Os interessados em participar do concurso poderão se inscrever pela internet, no endereço eletrônico www.voltaredonda.rj.gov.br/concursopublico, a partir das 12h do dia 11 de novembro até as 12h do dia 25 de novembro de 2019. 

As provas objetivas serão aplicadas na data prevista de 22 de dezembro de 2019, em local e horário a ser informado no comprovante da inscrição.…

Aberto Processo Seletivo para Professores em SP

Saiu no Diário Oficial da Cidade de São Paulo a autorização para o cadastramento de professores de Educação Infantil e Ensino Fundamental I para contratação temporária na Rede Municipal de ensino pela  Secretaria Municipal de Educação da Prefeitura de São Paulo.
O processo seletivo dos candidatos será realizado pela Diretoria Regional de Educação, receptora da inscrição, observada a necessidade de professor para regência, e a ordem de classificação, dos candidatos inscritos.

Os interessados devem se inscrever entre os dias 03 e 13/12/2019 nas escolas da prefeitura. E poderá ser feita apenas uma inscrição por Diretoria Regional de Ensino. Clique Aqui para ver os endereçosdas Diretorias de ensino da Prefeitura de São Paulo.
Segue abaixo o edital na íntegra:
CADASTRAMENTO DE INTERESSADOS A EVENTUAL CONTRATAÇÃO PARA A FUNÇÃO DE PROFESSOR DE EDUCAÇÃO INFANTIL E ENSINO FUNDAMENTAL I
O Secretário Municipal de Educação, no uso de suas atribuições legais, e considerando o disposto no artigo 2º, VI…

Inscrições Abertas para Seleção de Mediadores PVS 2020

Estão abertas as inscrições para seleção pública de mediadores presenciais e a distância para atuação nos cursos do pré-vestibular social 2020 e formação de cadastro de reserva - FUNDAÇÃO CECIERJ, vinculada à Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação ‐ SECTI.

A bolsa mensal a ser paga ao mediador corresponderá ao número de horas de permanência nos polos, às aulas efetivamente ministradas e às atividades de orientação acadêmica desenvolvidas.

Processo Seletivo estará aberto a todo candidato portador de diploma de nível superior emitido por instituição reconhecida pelo Ministério da Educação ou que esteja cursando a graduação, com matrícula ativa, em instituição de ensino superior pública ou privada reconhecida pelo Ministério da Educação.

As inscrições ocorrerão de 11 de dezembro de 2019 até as 23h59min do dia 9 de janeiro de 2020, somente pela Internet, seguindo os procedimentos disponíveis na página http://pvs.cecierj.edu.br/selecao/.

A inscrição será realizada exclusivament…