Pular para o conteúdo principal

BNCC: Entenda como deve ser a transição da Educação Infantil para o Ensino Fundamental


A Base Nacional Comum Curricular (BNCC) é considerada fundamental para reduzir desigualdades na educação no Brasil e países desenvolvidos já organizam o ensino por meio de bases nacionais. E ela também estabelece como deve ser a transição entre essas duas etapas da Educação Básica.

De acordo com a BNCC essa transição requer muita atenção, para que haja equilíbrio entre as mudanças introduzidas, garantindo integração e continuidade dos processos de aprendizagens das crianças, respeitando suas singularidades e as diferentes relações que elas estabelecem com os conhecimentos, assim como a natureza das mediações de cada etapa.

Torna-se necessário estabelecer estratégias de acolhimento e adaptação tanto para as crianças quanto para os docentes, de modo que a nova etapa se construa com base no que a criança sabe e é capaz de fazer, em uma perspectiva de continuidade de seu percurso educativo.

Para isso, as informações contidas em relatórios, portfólios ou outros registros que evidenciem os processos vivenciados pelas crianças ao longo de sua trajetória na Educação Infantil podem contribuir para a compreensão da história de vida escolar de cada aluno do Ensino Fundamental.

Conversas ou visitas e troca de materiais entre os professores das escolas de Educação Infantil e de Ensino Fundamental – Anos Iniciais também são importantes para facilitar a inserção das crianças nessa nova etapa da vida escolar.

Além disso, para que as crianças superem com sucesso os desafios da transição, é indispensável um equilíbrio entre as mudanças introduzidas, a continuidade das aprendizagens e o acolhimento afetivo, de modo que a nova etapa se construa com base no que os educandos sabem e são capazes de fazer, evitando a fragmentação e a descontinuidade do trabalho pedagógico.

Nessa direção, considerando os direitos e os objetivos de aprendizagem e desenvolvimento, apresenta-se a síntese das aprendizagens esperadas em cada campo de experiências. Veja alguns objetivos importantes:

SÍNTESE DAS APRENDIZAGENS

Respeitar e expressar sentimentos e emoções. Atuar em grupo e demonstrar interesse em construir novas elações, respeitando a diversidade e solidarizando-se com os outros.
Apresentar autonomia nas práticas de higiene, alimentação, vestir-se e no cuidado com seu bem-estar, valorizando o próprio corpo.
Discriminar os diferentes tipos de sons e ritmos e interagir com a música, percebendo-a como forma de expressão individual e coletiva.
Relacionar-se com o outro empregando gestos, palavras, brincadeiras, jogos, imitações, observações e expressão corporal.
Argumentar e relatar fatos oralmente, em sequência temporal e causal, organizando e adequando sua fala ao contexto em que é produzida.
Compreender, Ouvir, contar, recontar e criar narrativas.
Conhecer diferentes gêneros e portadores textuais, demonstrando compreensão da função social da escrita e reconhecendo a leitura como fonte de prazer e informação.
Utilizar vocabulário relativo às noções de grandeza (maior, menor, igual etc.), espaço (dentro e fora) e medidas (comprido, curto, grosso, fino) como meio de comunicação de suas experiências.
Identificar e registrar quantidades por meio de diferentes formas de representação (contagens, desenhos, símbolos, escrita de números, organização de gráficos básicos etc.).
Utilizar unidades de medida (dia e noite; dias, semanas, meses e ano) e noções de tempo (presente, passado e futuro; antes, agora e depois), para responder a necessidades e questões do cotidiano.

Essa síntese deve ser compreendida como elemento balizador e indicativo de objetivos a ser explorados em todo o segmento da Educação Infantil, e que serão ampliados e aprofundados no Ensino Fundamental, e não como condição ou pré-requisito para o acesso ao Ensino Fundamental.




Comentários

MAIS VISTAS

Professor é morto por aluno dentro de escola.

Um coordenador de ensino do colégio Estadual Machado de Assis, em Águas Lindas de Goiás, morreu após ser esfaqueado por um aluno de 19 anos, que cursa o 9º ano do ensino fundamental.


O crime ocorreu por volta de 12h30, na saída do colégio. Bruno Pires foi levado para o Hospital Bom Jesus, em Águas Lindas, e transferido para o Hospital Regional de Ceilândia, no Distrito Federal. 

Porém, ao chegar na unidade, não resistiu aos ferimentos e morreu.

Os professores não sabem o que pode ter motivado a agressão. Segundo a Polícia Civil, a faca utilizada no crime foi deixada no pátio do colégio e já foi apreendida. 

O estudante está foragido. Bruno Pires de Oliveira tinha 41 anos de idade. O principal suspeito do crime é o estudante Anderson da Silva Leite Monteiro, de 19 anos. 
Segundo informações dos alunos, o estudante não teria gostado de ter sido retirado de um grupo do colégio que fazia atividades extraclasses, por ter tirado notas baixas.

Veja mais emhttps://noticias.uol.com.br/cotidiano/ulti…

Inscrições do Processo de Atribuição de Aulas para 2020

Segue abaixo as informações sobre as inscrições do Processo de Atribuição de Aulas para 2020, que foram publicadas no Diário Oficial do Estado:

A Portaria CGRH-04, de 2 de setembro de 2019, que dispõe  sobre as inscrições do Processo Anual de Atribuição de Classes e Aulas para o ano letivo de 2020, está veiculada no Diário Oficial do Estado de 3 de setembro de 2019, nas páginas 32 e 33 da Seção I.

A  Coordenadora  da  Coordenadoria  de  Gestão  de  Recursos  Humanos,  considerando  a  necessidade  de  estabelecer  datas,  prazos e diretrizes para as inscrições no Processo Anual de atribuição de Classes e Aulas de 2020, expede a presente Portaria:

Artigo  1º  -  A  participação  do  docente  no  processo  de  atribuição  de  classes  e  aulas  para  o  ano  de  2020,  incluindo  os  pertencentes à etnia indígena, obedecida à legislação pertinente, estará condicionada à sua inscrição, em que poderá ser solicitado qualquer acerto dentro dos prazos fixados nesta Portaria, que o docente co…

Governo do PR abre Processo Seletivo para Professores. Salário de R$ 37,36

ASecretaria da Educação e do Esporte - SEED, do estado do Paraná, anuncia Processo Seletivo, que contará com Análise de Títulos, destinado á admissão de profissionais que tenham Ensino Superior nas áreas exigidas.

Há oportunidades para os cargos de: 
Professor Pedagogo;
Professor da Educação Profissional;
e Tradutor e Interprete de Língua Brasileira de Sinais - TILS.

O valor da bolsa-auxílio ofertada será de acordo com a quantidade de hora/ relógio, sendo que cada 60 minutos equivale a R$ 37,36.

As inscrições serão realizadas a partir das 09h do dia 20 até às 17h do dia 23 de setembro de 2019, exclusivamente via internet, no endereço eletrônico www.pss.pr.gov.br.

Acesse o Edital AQUI

Este Processo Seletivo terá validade até 31 de dezembro de 2020.

CONCURSO PÚBLICO

A Secretaria de Estado de Educação do Paraná  - SEED PR, confirmou novo concurso para o órgão. Segundo o anunciado pelo Governador Carlos Massa Ratinho Júnior serão 1.000 vagas para professor.

O próximo concurso deverá ser lançado em b…

Prefeitura de São Paulo tem inscrições abertas para Processo Seletivo

A Prefeitura de São Paulo, através da São Paulo Transportadora S.A - SPTrans, junto ao Centro de Integração Empresa Escola - CIEE, torna público Processo Seletivo para diversas vagas destinado à contratação de novos Estagiários de nível Médio; Técnico e Superior.


O valor da bolsa-auxílio ofertada varia de até R$ 802,56, de acordo com a escolaridade, mais auxílio-transporte e vale-refeição no valor de R$ 22,46 por dia estagiado. 

A carga horária a ser cumprida é de seis horas diárias.

Interessados poderão se inscrever até o dia 15 de setembro de 2019, exclusivamente via internet, no endereço eletrônico www.ciee.org.br.

Como método de seleção, será realizada Prova Objetiva, com data prevista de realização para o dia 06 de outubro de 2019.

Acesse o Edital AQUI


Benefícios:
O valor do Auxílio transporte corresponderá a R$ 4,30 por dia estagiado;

O valor de Vale refeição diário corresponderá a R$ 22,46 por dia estagiado.

Este Processo Seletivo terá validade de seis meses, contados da homologação do …