Pular para o conteúdo principal

Cada vez mais Professores adoecem com problemas psicológicos associados a estresse, exaustão emocional, depressão, cansaço crônico e frustração.

Salário baixo faz carreira de professor virar opção passageira


No Brasil, a carreira de professor está se tornando uma passagem, um momento de transição para outras funções.  O profissional fica no magistério somente até conseguir um cargo mais bem remunerado e provavelmente menos estressante.

Prova disso é que 25% dos docentes brasileiros têm menos de 30 anos e apenas 12% estão com idade acima de 50, bem diferente do que ocorre em outros países. Aqui, o professor ingressa no magistério ainda jovem, mas em poucos anos, deixa de ver perspectivas.

A baixa remuneração é a gota d’água num contexto desastroso, que combina elementos como superlotação das salas de aula, aumento da indisciplina e do desrespeito pelos mestres, indiferença das famílias e desprestígio social da profissão, falta de estrutura e de recursos nas escolas e o próprio despreparo dos professores para lidar com os desafios educativos de hoje.

Esse quadro tem como primeira consequência o chamado “mal-estar docente”: cada vez mais professores adoecem com problemas psicológicos associados a estresse, exaustão emocional, depressão, cansaço crônico e frustração.


A categoria está entre as mais sensíveis à síndrome de burnout. São profissionais que entram na educação movidos pelo desejo de mudança social e lidam diariamente com o desalinhamento entre o sonho e a impossibilidade de alcançá-lo, entre a impotência diante do sistema de ensino e a cobrança da sociedade.

Por exemplo, no Distrito Federal, só no primeiro semestre, foram emitidos 16,4 mil atestados médicos para professores da rede pública – o que significa mais da metade dos 32 mil concursados. Esses dados se repetem pelos estados e municípios brasileiros.

A segunda consequência é a perda de talentos, uma vez que muitos dos profissionais acabam aceitando propostas de trabalho em outras áreas.

No Brasil, faltam 150 mil professores em  disciplinas como química, biologia, física e matemática. No total, estima-se que haja carência de 300 a 400 mil professores nas salas de aula. 

A solução para que os alunos não fiquem sem fazer nada é recorrer a profissionais sem a devida formação. De acordo com o Censo Escolar, o Brasil tem quase meio milhão de professores ativos sem diploma de graduação, o que equivale a 21,9% do total de 2 milhões de docentes.

Esse cenário funciona como barreira de entrada para novos talentos. Uma pesquisa da Fundação Carlos Chagas mostrou que apenas 2% dos jovens brasileiros querem ser professores. 

É justamente o oposto do que ocorre na Coreia do Sul, país que lidera os rankings da educação, onde a profissão é tão disputada que fica restrita aos jovens que mais se destacam nos estudos. 

É extremamente preocupante constatar que muitos dos calouros brasileiros que optam pela carreira de professor são aqueles que não teriam chance de cursar o ensino superior em outras áreas.

Por: Andrea Ramal em g1.globo.com

Comentários

MAIS VISTAS

Aberto Concurso Público no RJ com mais de 600 vagas para Professores

A Secretaria Municipal de Educação de Volta Redonda, no Rio de Janeiro, lançou o novo edital para as carreiras de professor do município (concurso SME Volta Redonda). São 606 vagas imediatas para docentes. A prova é de responsabilidade da Fundação Educacional de Volta Redonda (FEVRE). 


As vagas são para Docente II nas áreas de Educação Infantil, Ensino Fundamental do 1º ao 5º ano e anos iniciais da EJA (369) e Professor Intérprete de Libras - ouvinte (15) e para Docente I nas áreas de Artes (6), Ciências (13), Educação Física (63), Geografia (16), História (10), Língua Inglesa (59), Língua Portuguesa (26) e Matemática (29).
Os interessados em participar do concurso poderão se inscrever pela internet, no endereço eletrônico www.voltaredonda.rj.gov.br/concursopublico, a partir das 12h do dia 11 de novembro até as 12h do dia 25 de novembro de 2019. 

As provas objetivas serão aplicadas na data prevista de 22 de dezembro de 2019, em local e horário a ser informado no comprovante da inscrição.…

Aberto Processo Seletivo para Professores em SP

Saiu no Diário Oficial da Cidade de São Paulo a autorização para o cadastramento de professores de Educação Infantil e Ensino Fundamental I para contratação temporária na Rede Municipal de ensino pela  Secretaria Municipal de Educação da Prefeitura de São Paulo.
O processo seletivo dos candidatos será realizado pela Diretoria Regional de Educação, receptora da inscrição, observada a necessidade de professor para regência, e a ordem de classificação, dos candidatos inscritos.

Os interessados devem se inscrever entre os dias 03 e 13/12/2019 nas escolas da prefeitura. E poderá ser feita apenas uma inscrição por Diretoria Regional de Ensino. Clique Aqui para ver os endereçosdas Diretorias de ensino da Prefeitura de São Paulo.
Segue abaixo o edital na íntegra:
CADASTRAMENTO DE INTERESSADOS A EVENTUAL CONTRATAÇÃO PARA A FUNÇÃO DE PROFESSOR DE EDUCAÇÃO INFANTIL E ENSINO FUNDAMENTAL I
O Secretário Municipal de Educação, no uso de suas atribuições legais, e considerando o disposto no artigo 2º, VI…

Aberto Concurso Público com 900 vagas (Nível Médio). Salário de R$ 1.950,00

A Marinha do Brasil divulgou o novo Concurso Público destinado ao preenchimento de 900 vagas para a realização de curso nas Escolas de Aprendizes-Marinheiros e da Carreira Militar - CPAEAM/2020.

Ao profissional que for efetivado terá a bolsa-auxílio referente a graduação, sendo um valor total bruto de R$ 1.179,72, sendo este valor correspondente a R$ 1.044,00 de soldo militar e R$ 135,72 ao adicional militar.

Quando concluir o curso, o profissional será promovido à graduação de Marinheiro no qual passará a receber a remuneração total no valor de R$ 1.950,00.

Há alguns requisitos a serem preenchidos, sendo alguns deles:

A altura mínima é de 1,54m e a máxima é de 2,00m;
Ter 18 anos completos e menos de 22 anos de idade no primeiro dia do mês de janeiro de 2021;
Ser brasileiro nato ou naturalizado, do sexo masculino;
Não ser casado ou não ter constituído união estável;
Ter concluído ou estar em fase de conclusão do 3º ano do Ensino Médio;

As inscrições devem ser realizadas durante o 20 de janeiro…

Inscrições abertas para Professores de Ensino Fundamental II e Ensino Médio

Saiu no Diário Oficial da Cidade de São Paulo a autorização para o cadastramento de Professor de Ensino Fundamental II e Médio. para contratação temporária na Rede Municipal de ensino pela  Secretaria Municipal de Educação da Prefeitura de São Paulo.

O processo seletivo dos candidatos será realizado pela Diretoria Regional de Educação, receptora da inscrição, observada a necessidade de professor para regência, e a ordem de classificação, dos candidatos inscritos.

Os interessados devem se inscrever até o dia 13/12/2019 nas escolas da prefeitura. E poderá ser feita apenas uma inscrição por Diretoria Regional de Ensino. Clique Aqui para ver os endereços das Diretorias de ensino da Prefeitura de São Paulo. Clique Aqui para ver os endereçosdas Diretorias de ensino da Prefeitura de São Paulo.


Clique AquiPara ver o Edital de cadastramento dos professores de Educação Infantil e Ensino Fundamental I

Segue abaixo o edital na íntegra:

ADASTRAMENTO DE INTERESSADOS A EVENTUAL
CONTRATAÇÃO PARA A FUNÇÃO…