domingo, 9 de setembro de 2018

Estudo mostra que ararinha-azul do filme 'Rio' está mesmo extinta na natureza




As araras de Spix sentam-se em uma filial em seu aviário na Associação para a Conservação de Papagaios Ameaçados na Alemanha.

A Ararinha-azul ou Cyanopsitta spixii  alcançou a fama com o famoso filme "Rio" da Disney como um charmoso papagaio chamado Blu, que viaja milhares de quilômetros na tentativa de salvar sua espécie.
Mas um estudo divulgado nesta semana descobriu que a ave brasileira está extinta na natureza.
A ararinha-azul é uma das oito espécies de aves, metade delas no Brasil, confirmadas extintas ou suspeitas de extinção no relatório da BirdLife InternationalO desmatamento é uma das principais causas do desaparecimento da ararinha-azul de seu habitat natural, de acordo com o relatório.
    Os filhotes de araras do Spix são retratados em maio de 2014.
    Pela primeira vez, as extinções no continente estão superando as ilhas, diz o estudo.
    "Noventa por cento das extinções de aves nos últimos séculos foram de espécies em ilhas", disse Stuart Butchart, principal cientista da BirdLife e principal autor do estudo. "No entanto, nossos resultados confirmam que há uma crescente onda de extinções que varre os continentes, impulsionada principalmente pela perda de habitat e pela degradação da agricultura e da extração insustentáveis."

      No filme de 2011, Blu foi criado em cativeiro e viaja de Minnesota para o Brasil com seu dono para repovoar sua espécie com a última fêmea selvagem de seu tipo, Jewel. Mas o filme estava 11 anos atrasado, segundo o estudo, já que Jewel provavelmente teria morrido em 2000.
      Isso não significa que toda a esperança esteja perdida para pássaros como o Blu. O relatório diz que, embora a espécie esteja extinta na natureza, 60 a 80 araras ainda vivem em cativeiro.



      0 comentários:

      Postar um comentário

      Siga-nos no Google+

      CURTA NOSSA PÁGINA !!!

      Mais Lidas

      Notícias para Professores

      Notícias para Professores