Pular para o conteúdo principal

Professora é agredida após chamar atenção de estudante na aula

Professora diz ter sido agredida por aluna após chamar atenção em sala de aula em Ribeirão Preto — Foto: Reprodução/EPTV


Uma professora foi agredida na noite de quarta-feira  na Escola Estadual Dr. Thomaz Alberto Whately, em Ribeirão Preto (SP), depois de chamar a atenção de um aluno.

O jovem apontado pelas agressões é um estudante de 17 anos que, segundo ela, tinha sido advertido sobre o desinteresse pela aula quando ela se recusou a dar um visto em seu caderno de atividades.

A docente, que prefere não ser identificada, afirma que chegou a desmaiar após levar um chute na perna e um soco no rosto.

Segundo a Diretoria Regional de Ensino, o aluno e a professora foram levados à delegacia, onde foi registrada a ocorrência. A entidade repudiou o ato de violência e informou que medidas disciplinares contra o estudante estão sendo avaliadas.

A vítima conta que as aulas do período noturno na escola localizada nos Campos Elíseos estavam próximas do fim quando o aluno pediu para ela dar um visto em seu caderno.

"Foi um aluno que durante a aula inteira eu vim chamando atenção. Ele estava atrapalhando o rendimento da aula, não produziu nada e eu falei que não ia vistar o caderno dele", conta.
Em seguida, relata que o jovem se irritou e que foi xingada por ele. "Pedi para que ele se encaminhasse até a direção da escola pelo desacato, ele saiu batendo a porta da sala."


A professora afirma que saiu da sala atrás do aluno pelo corredor, momento em que ele a desafiou, segundo ela. "Chegando próximo à sala dos professores, eu estava atrás dele, ele estava na minha frente esse aluno voltou-se contra mim, veio me peitando."

Um inspetor de alunos viu a situação e tentou intervir, mas não conseguiu evitar que o aluno agredisse a professora, conta a docente.

"Num momento de reação, empurrei ele pra se afastar de mim, o inspetor de alunos já veio pra separar que viu que algo pior poderia acontecer, mas não deu tempo, o aluno veio já com primeiro ele me deu um chute na perna e depois um soco no rosto. Nisso eu vim a cair no chão já desacordada", lembra.

Na tarde desta quinta-feira (1º), a professora fez exame de corpo de delito no Instituto Médico Legal (IML). A sensação depois de ter sofrido a agressão é de impotência, afirma.

"Nunca tinha passado por essa agressão física, a gente sabe que isso é muito comum, a gente vê entrevistas, vê notícias, na escola que dou aula já aconteceu algumas vezes, mas agressão verbal."

Comentários

MAIS VISTAS

Aberto Concurso Público no RJ com mais de 600 vagas para Professores

A Secretaria Municipal de Educação de Volta Redonda, no Rio de Janeiro, lançou o novo edital para as carreiras de professor do município (concurso SME Volta Redonda). São 606 vagas imediatas para docentes. A prova é de responsabilidade da Fundação Educacional de Volta Redonda (FEVRE). 


As vagas são para Docente II nas áreas de Educação Infantil, Ensino Fundamental do 1º ao 5º ano e anos iniciais da EJA (369) e Professor Intérprete de Libras - ouvinte (15) e para Docente I nas áreas de Artes (6), Ciências (13), Educação Física (63), Geografia (16), História (10), Língua Inglesa (59), Língua Portuguesa (26) e Matemática (29).
Os interessados em participar do concurso poderão se inscrever pela internet, no endereço eletrônico www.voltaredonda.rj.gov.br/concursopublico, a partir das 12h do dia 11 de novembro até as 12h do dia 25 de novembro de 2019. 

As provas objetivas serão aplicadas na data prevista de 22 de dezembro de 2019, em local e horário a ser informado no comprovante da inscrição.…

Aberto Processo Seletivo de Fiscais para atuarem nas escolas de São Paulo.

A Fundação VUNESP  anunciou o edital de abertura de inscrições para Fiscal do SARESP 2019. As vagas serão distribuídas por todo o Estado de São Paulo.

O trabalho do fiscal é basicamente acompanhar a distribuição das provas e conduzir a realização dos procedimentos básicos do exame para atuarem nas escolas estaduais, municipais, técnicas e particulares do Estado.

O valor oferecido é de R$ 50,00 por período trabalhado. O limite de serviço é de seis períodos durante os dois dias, ou seja, o valor poderá chegar a R$ 300,00. O pagamento da ajuda de custo/transporte será creditado em conta corrente no 5º dia útil de dezembro de 2019.

Requisitos
 Escolaridade em nível de graduação, em qualquer área de formação, ou estar
cursando o último ano da faculdade.
 Não possuir vínculo de trabalho, de qualquer natureza, com as redes de ensino
do Estado de São Paulo.
 Dispor de endereço eletrônico para fins de comunicação com as equipes de
coordenação e acesso a computador com conexão à Internet.
 Possuir co…

SEED - PR abre novo Processo Seletivo com mais de 3 mil vagas

A Secretaria da Educação e do Esporte do Estado do Paraná (SEED - PR) torna pública a realização de três novos Processos Seletivos que, juntos, buscam preencher no mínimo 3.030 vagas, entre os profissionais de ensino fundamental, médio e superior.

No edital nº 70/2019, serão preenchidas vagas destinadas aos cargos de:
Professor; 
Professor Pedagogo; 
Professor de Apoio à Comunicação Alternativa - PAC, 
Professor de Apoio Educacional Especializado - PAEE, 
Professor Guia-Intérprete e Tradutor e Intérprete de Língua Brasileira de Sinais - TILS.

Já no edital nº 71/2019, há oportunidades de preenchimento de no mínimo 1.000 vagas, distribuídas entre os cargos de Assistente Administrativo; Assistente Administrativo - Educação do Campo; Assistente Administrativo - Educação Escolar Indígena; Assistente Administrativo - Educação Escolar Quilombola; Assistente Administrativo - Ilhas; Assistente Administrativo - Colégios Agrícolas/ Técnico; Agropecuário/ Técnico Florestal; Inspetora de Internato; Inspe…

Estado do PR abre mais de 3 mil vagas para níveis fundamental, médio e superior.

O Governo do Paraná através da Secretaria da Educação e do Esporte do Estado do Paraná (SEED - PR) torna pública a realização de três novos Processos Seletivos que, juntos, buscam preencher no mínimo 3.030 vagas, entre os profissionais de ensino fundamental, médio e superior.

No edital nº 70/2019, serão preenchidas vagas destinadas aos cargos de Professor; Professor Pedagogo; Professor de Apoio à Comunicação Alternativa - PAC, Professor de Apoio Educacional Especializado - PAEE, Professor Guia-Intérprete e Tradutor e Intérprete de Língua Brasileira de Sinais - TILS.

Já no edital nº 71/2019, há oportunidades de preenchimento de no mínimo 1.000 vagas, distribuídas entre os cargos de Assistente Administrativo; Assistente Administrativo - Educação do Campo; Assistente Administrativo - Educação Escolar Indígena; Assistente Administrativo - Educação Escolar Quilombola; Assistente Administrativo - Ilhas; Assistente Administrativo - Colégios Agrícolas/ Técnico; Agropecuário/ Técnico Florestal; …