Pular para o conteúdo principal

Secretário de Doria diz que 2,5 milhões de alunos de SP podem perder aula por falta de professor



Em coletiva, governador João Doria e secretários de Estado.


O secretário da educação de São Paulo Rossieli Soares da Silva disse nesta quarta-feira (2) que 2,5 milhões de alunos podem ficar sem aula por falta de professores e que não há contratos para entrega de kits escolares e material pedagógico para os alunos.
Rossieli deu sua primeira entrevista no cargo em coletiva de imprensa no Palácio dos Bandeirantes ao lado de João Doria, do vice Rodrigo Garcia, do secretário da fazenda Henrique Meireles e do secretário de segurança pública General Campos.

Rossieli disse que "temos um prejuízo gigantesco na educação para o início do ano letivo" e que "estamos encontrando uma tragédia na educação (do estado)".

De acordo com o secretário, a falta de professores acontece por causa da proibição da contratação de novos professores temporários pela Justiça de São Paulo no ano passado.

"Nós temos hoje 8.500 professores que não podem ser repostos como temporários, podendo trazer um prejuizo imediato para 60 mil alunos do 1° ao 5° ano, em alguns municípios como Mogi Mirim podemos ficar com até 50% dos alunos sem aula, o que é uma tragédia para a educação".


Sem kit escolar e material pedagógico

De acordo com Rossieli, a preocupação do governo é a organização para o início do ano letivo em fevereiro, mas não há garantia de que os alunos receberão o kit escolar e o material pedagógico.

Segundo o secretário, não há contrato para entrega de material escolar com caderno, lápis e caderno para os alunos e não haverá tempo para impressão do material pedagógico de apoio aos alunos.

"Nossa preocupação é muito grande porque não tivemos pelo governo anterior assinado contrato por exemplo para aquisição de material didático. Não temos como garantir, não temos contrato de aquisição de caderno, caneta, lápis, ou seja, o kit fundamental para o aluno começar o ano letivo", disse o secretário.

Por meio de nota assinada pelo ex-secretário de Educação da gestão Márcio França (PSB), João Coury Neto (PSDB), informou que houve assinatura de contrato e que a distribuição do material deve começar em janeiro.

"As empresas que disputaram a licitação para fornecimento do material brigaram na Justiça por 92 dias. Mesmo assim, o contrato foi assinado e o fornecimento do material começa em janeiro e deve estar concluído em 30 ou 40 dias". 
Fonte: g1.globo.com/sp

Comentários

MAIS VISTAS

Aberto Concurso Público no RJ com mais de 600 vagas para Professores

A Secretaria Municipal de Educação de Volta Redonda, no Rio de Janeiro, lançou o novo edital para as carreiras de professor do município (concurso SME Volta Redonda). São 606 vagas imediatas para docentes. A prova é de responsabilidade da Fundação Educacional de Volta Redonda (FEVRE). 


As vagas são para Docente II nas áreas de Educação Infantil, Ensino Fundamental do 1º ao 5º ano e anos iniciais da EJA (369) e Professor Intérprete de Libras - ouvinte (15) e para Docente I nas áreas de Artes (6), Ciências (13), Educação Física (63), Geografia (16), História (10), Língua Inglesa (59), Língua Portuguesa (26) e Matemática (29).
Os interessados em participar do concurso poderão se inscrever pela internet, no endereço eletrônico www.voltaredonda.rj.gov.br/concursopublico, a partir das 12h do dia 11 de novembro até as 12h do dia 25 de novembro de 2019. 

As provas objetivas serão aplicadas na data prevista de 22 de dezembro de 2019, em local e horário a ser informado no comprovante da inscrição.…

Inscrições abertas para processo seletivo com 16 mil vagas gratuitas

Até 14 de novembro, estão abertas as inscrições do processo seletivo para 16 mil vagas em turmas de licenciatura e de bacharelado ofertados pela Universidade dos Centros Educacionais Unificados (UniCEU). Esse é o maior processo seletivo em extensão territorial e número de vagas gratuitas.

Os cursos são gratuitos e começam no 1º semestre de 2020 e as aulas presenciais acontecem nos polos distribuídos em São Paulo.

Não há limite de idade e o custo da inscrição é de R$ 45,00. Para participar, basta ter concluído o ensino médio ou estar cursando, com a conclusão até o período da matrícula.

Serão oferecidos seis cursos, com duas áreas básicas de ingresso, via vestibular.

LICENCIATURA - Letras | Matemática | Pedagogia

BACHARELADO - Tecnologia da Informação | Ciência de Dados | Engenharia de Computação.

Para todos os polos há 70 vagas disponíveis e distribuídas entre as licenciaturas e bacharelados. 



As inscrições estarão abertas até o dia 14 de novembro, às 15h, e devem ser feitas pelo site http:/…

Estado de SP abre inscrições para 87 mil vagas em cursos gratuitos

Estão abertas as inscrições para o processo seletivo das Escolas Técnicas Estaduais (Etecs). A inscrição pode ser feita apenas pela internet e o prazo final de inscrição é no dia 12 de novembro.

Chamado de Vestibulinho, o vestibular da Etec oferece 86.939 vagas, distribuídas entre os Ensinos Médio, Técnico, Integrado e Especialização Técnica. 

Além das 48.883 vagas para os cursos técnicos modulares, oferecidos das modalidades presencial, semipresencial e online, o candidato poderá escolher entre diversas opções do Ensino Integrado, que totalizam a oferta de 34.141 vagas. Veja a Lista Completa de Cursos AQUI

O Vestibulinho desse ano traz como novidade o curso inédito de Gestão de Projeto a distância, na modalidade online, com 300 vagas. “É fundamental ampliarmos a oportunidade do jovem no mundo do trabalho. Esse projeto também representa o protagonismo de São Paulo na implementação do novo modelo do Ensino Médio no país”, explica Laura Laganá, diretora-superintendente do Centro Paula Souz…

Aberto Processo Seletivo de Fiscais para atuarem nas escolas de São Paulo.

A Fundação VUNESP  anunciou o edital de abertura de inscrições para Fiscal do SARESP 2019. As vagas serão distribuídas por todo o Estado de São Paulo.

O trabalho do fiscal é basicamente acompanhar a distribuição das provas e conduzir a realização dos procedimentos básicos do exame para atuarem nas escolas estaduais, municipais, técnicas e particulares do Estado.

O valor oferecido é de R$ 50,00 por período trabalhado. O limite de serviço é de seis períodos durante os dois dias, ou seja, o valor poderá chegar a R$ 300,00. O pagamento da ajuda de custo/transporte será creditado em conta corrente no 5º dia útil de dezembro de 2019.

Requisitos
 Escolaridade em nível de graduação, em qualquer área de formação, ou estar
cursando o último ano da faculdade.
 Não possuir vínculo de trabalho, de qualquer natureza, com as redes de ensino
do Estado de São Paulo.
 Dispor de endereço eletrônico para fins de comunicação com as equipes de
coordenação e acesso a computador com conexão à Internet.
 Possuir co…