Pular para o conteúdo principal

Governo anuncia 66 mil vagas para Professores na área da educação



O Governo Federal, por meio da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal do Nível Superior (Capes) anunciou nesta quinta-feira (12) a criação de 66 mil vagas para a formação de estudantes e professores que lecionam na educação básica. O anúncio foi feito na quinta-feira (12). O investimento do Ministério da Educação (MEC) será de R$ 325 milhões.

Cinco editais serão publicados, provavelmente no dia 18 de dezembro, visando as formações, por meio de bolsas que serão implementadas a partir de março de 2020.

Dois editais serão dirigidos a graduandos de cursos de licenciatura, sendo um voltado a estudantes na primeira metade do curso, por meio do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (Pibid); e o outro a estudantes de licenciatura que estão na segunda metade do curso, por meio do Programa Residência Pedagógica. A estes dois grupos serão destinadas 60 mil bolsas, a um custo total de R$ 305,8 milhões.

Dos três editais restantes, dois serão para formação no exterior (um para professores de língua inglesa, nos Estados Unidos; e um para professores de educação básica, no Canadá). Serão oferecidas 500 vagas para bolsas no exterior, envolvendo instituições estrangeiras parceiras. Nesses casos, a Capes financiará a bolsa da permanência, as passagens aéreas e todos os custos associados à formação.


De acordo com a Capes, as bolsas estão distribuídas da seguinte forma:

🚩60 mil bolsas para Programas Pibid e Residência Pedagógica. Os editais serão lançados em janeiro de 2020
🚩6 mil vagas no Parfor. Os professores interessados podem se inscrever na Plataforma Capes a partir de 18 de dezembro deste ano
🚩Mais de 500 vagas formação de docentes no Canadá e nos EUA. Os dois editais serão lançados em dezembro.

Segundo o presidente substituto do Inep, Camilo Mussi, cerca de 60% dos professores dos ensinos fundamental e médio lecionam as matérias nas quais se formaram. “Isso significa que os outros 40% de professores lecionam em matérias diferentes das de sua formação”.

Para Correia, os editais anunciados hoje ajudarão a corrigir "esses problemas históricos e aperfeiçoará a formação dos professores com dificuldades devido à formação”. Segundo o presidente da Capes, serão oferecidos cursos à distância e presenciais a esses professores, por meio de parcerias com universidades.

O governo trabalha com a expectativa de que esses cursos e bolsas reflitam positivamente nas futuras avaliações, tanto de professores como de alunos. “Melhorar a qualificação e a formação dos professores, certamente impactará diretamente nos resultados das avaliações feitas pelo Inep. Com certeza um professor melhor formado vai impactar nos índices avaliativos”, ressaltou Mussi.


Por Pedro Peduzzi - Agência Brasil (agenciabrasil.ebc.com.br)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Sugestões de palavras e expressões para uso em relatórios de alunos

      Escrever não depende de dom, mas de empenho, dedicação, compromisso, seriedade, desejo e crença na possibilidade de ter algo a dizer que vale a pena sobre seu aluno. É importante criticar e sugerir possíveis soluções. Escrever é um procedimento e, como tal, depende de exercitação. E encontrar a melhor maneira de expressar o comportamento de alguém não é fácil, exige muita cautela e perspicácia. Por isso segue sugestões de palavras e expressões para uso em relatórios de alunos. Coloque sempre as intervenções feitas para ações apresentadas, isso ressalta trabalho. SUGESTÕES DE PALAVRAS E EXPRESSÕES PARA USO EM RELATÓRIOS Você pensa Você escreve O aluno não sabe O aluno não adquiriu os conceitos, está em fase de aprendizado. Não tem limites Apresenta dificuldades de auto-regulação, pois… É nervoso Ainda não desenvolveu habilidades para convívio no ambiente escolar, pois

Prefeitura abre Processo Seletivo para diversos cargos na área da educação com salários até R$ 3.144,45

  Aos profissionais admitidos, estes irão desempenhar funções em carga horária de 10 a 40 horas semanais e contarão com salários de R$ 786,17 a R$ 3.144,45 ao mês.  No estado de Santa Catarina, a Prefeitura de Blumenau por meio da Secretaria Municipal de Administração divulgou a realização de um novo Processo Seletivo que tem como objetivo a formação de cadastro reserva de profissionais que tenham nível superior. As oportunidades são para os cargos de Coordenador Pedagógico; Professor de Alemão; Professor de Anos Iniciais; Professor de Arte; Professor de Arte - Bandas e Fanfarras; Professor de Arte - Musicalização Infantil; Professor de Ciências; Professor de Dança; Professor de Educação Especial - Atender estudantes com deficiência; Professor de Educação Especial - Salas Multifuncionais; Professor de Educação Física; Professor de Educação Física - Linguagem do Movimento; Professor de Educação Física - Paradesporto Escolar; Professor de Educação Física - Karatê; Professor de Educaçã

SES - SC anuncia dois Processos Seletivos com salários de R$3.602,14 a R$13.813,5. Saiba Mais

  Os candidatos que conquistarem a aprovação e contratação, deverão exercer carga horária de 20 a 30 horas semanais, e conforme os editais oficiais, receberão remunerações de R$3.602,14 a R$13.813,5 O Governo de de Santa Catarina, por meio da Secretaria de Estado da Saúde, anunciou dois Processos Seletivos que visam a contratação de novos profissionais. Conforme os editais oficiais, há vagas para os seguintes cargos: Edital Nº 053/2021:  Enfermeiro - Terapia Intensiva; Terapeuta Ocupacional; Enfermagem do Trabalho; Fisioterapeuta; Enfermeiro - Pós-Graduação em Auditoria; Enfermeiro -  Médico - Infectologia; Médico - Anestesiologia; Médico - Clínica Médica; Médico - Medicina Intensiva; Médico - Pediatria; Médico - Clínico Geral para atuar na Emergência ou Unidade de terapia intensiva; Médico - Urologia; Médico - Clínico Geral para atuar como Regulador. Edital Nº 052/2021:  Fonoaudiólogo; Engenheiro Eletricista; Físico Médico;  Médico - Clínica Médica; Médico - Cirurgia Ginecológica;

CAIXA anuncia 10 mil vagas para Técnicos Bancários, recepcionistas, vigilantes, estagiários e aprendizes. Edital em Setembro! Saiba Mais

   O aumento do número de funcionários se dá num momento em que o banco anuncia uma expansão na quantidade de agências. Serão mais 268 até o fim do ano. A Caixa Econômica Federal anunciou a abertura 10 mil vagas de emprego. Segundo o banco, serão contratados 4 mil empregados, 5,2 mil estagiários e adolescentes aprendizes e 800 recepcionistas e vigilantes. Segundo previsões do banco, edital para novo concurso deve sair até o mês de setembro. OPORTUNIDADES São 6 mil vagas que serão distribuídas entre as funções de estagiários, aprendizes, recepcionistas e vigilantes.  Segundo o banco, o preenchimento das vagas de vigilantes e recepcionistas será feito pela contratação de empresas especializadas em realizar seleções nesses serviços. “A Caixa ressalta que a alocação de serviço de vigilância e recepcionistas ocorrerá em todo o território nacional, variando de acordo com a demanda das unidades”, finaliza a Caixa Econômica Federal, em nota. A contratação de aprendizes ocorre por meio

Entenda a diferença entre CEIs, EMEIs, CEMEI, CEIIs e EMEBS na Educação básica de SP

N a Educação Infantil, as crianças convivem e aprendem em ambientes adequados às suas necessidades e interesses, de acordo com sua faixa etária. Os educadores promovem a convivência e o relacionamento com outras crianças e adultos, desde o primeiro ano de vida, como forma de garantir o direito das crianças a uma educação integral e de boa qualidade social, que respeite as necessidades da pequena infância.  Na cidade de São Paulo, há cinco tipos de unidades públicas destinadas à educação infantil:  – CEIs -  Centros de Educação Infantil e Creches Conveniadas, para crianças de zero a 3 anos e 11 meses;  – EMEIs -  Escolas Municipais de Educação Infantil, que atendem crianças de 4 a 5 anos e 11 meses;  – CEMEI -  Centro Municipal de Educação Infantil, que recebe crianças de zero a 5 anos e 11 meses;  – CEIIs -  Centros de Educação Infantil Indígena, que integram os CECIs - Centros de Educação e Cultura Indígena, e trabalham com crianças de zero a 5 anos e 11 meses; e  – EME