Pular para o conteúdo principal

Concurso Banco do Brasil: Edital sairá em breve e BBTS fixa quadro com 3.205 vagas. Salário de R$4.036,56



                             

O edital para o concurso do Banco do Brasil 2020 deve ser publicado em breve. A BB Tecnologia fixou nesse mês o quantitativo de pessoal com 3.205 vagas.

A assessoria do Banco do Brasil confirmou que a expectativa é para contratar escriturários. Porém, também estão previstas oportunidades para escriturário generalista, de perfil mais tradicional. Estes para atuarem nas atividades administrativas e bancárias.

É importante destacar que os interessados no cargo de escriturário, independente do perfil procurado pelo banco, devem ter nível médio. Com isso, os futuros concorrentes podem saber que não é exigido nível técnico ou superior para se inscrever no concurso do Banco do Brasil 2020.

O edital estava previsto para ser divulgado no primeiro trimestre deste de 2020, o anuncio foi feito por diversos sites ninicio do ano, mas por conta da pandemia do novo coronavírus, precisou ser adiado. 

Cargos 

Segundo a assessoria de imprensa do Banco do Brasil, espera-se que sejam lançadas vagas na área da tecnologia e escriturários generalistas. Para ambas as funções, as atribuições são:

◾Atendimento ao público;
Contato com clientes;
Atualização e manutenção de dados dos sistemas;
Redação de correspondências;
Verificar relatórios e documentos;
Controles estatísticos;
Outras atividades equivalentes aos cargos.

BTS fixa quadro com 3.205 vagas

Hoje, 8 de julho, foi publicado a Portaria de nº 15.964, de 6 de julho de 2020, que estabeceu um novo quadro de pessoal para a BB Tecnologia e Serviços – BBTS com o quantitativo de 3.205 vagas. O último concurso para BBTS foi realizado em 2015, a validade está expirada deste outubro de 2017.  Lembrando A equipe de comunicação do Gran Online está em contato com a empresa para verificar se há previsão de uma nova seleção.

No mês de março foi publicada a Portaria de nº 8.775, de 30 de março de 2020, no Diário Oficial da União do dia 31 de março de 2020. O documento estabeleceu um novo quadro de pessoal do Banco do Brasil. Atualmente, o quadro é composto por 102.681 vagas.

Quadro de pessoal Portaria nº 8.775

A Portaria nº 8.775, de 30 de março de 2020  fixa o limite máximo do quadro de pessoal próprio do Banco do Brasil em 102.681 empregados.

Estão contabilizados para controle do limite de quantitativo de pessoal os empregados efetivos, admitidos por intermédio de concursos públicos, os empregados que possuem cargos, empregos ou funções comissionadas, os empregados e servidores cedidos e requisitados, os empregados reintegrados, os empregados contratados por prazo determinado e os que estão de licença por doença, acidente de trabalho ou quaisquer outros motivos de licenças e afastamentos.

Concurso Banco do Brasil 2020: Salários e benefícios
Atualmente, o salário base do Escriturário é de R$ 3.253,80. Além deste valor, há o vale alimentação/refeição de R$ 1.300. Somando os valores, o funcionário receberia por mês R$ 4.553,80.

No entanto, este valor pode ser bem maior. Por que? Porque o banco possui ainda os valores de Participação nos Lucros – que atingiu seu maior valor recentemente – e as Premiações por atingir as metas.

Com isso, os funcionários podem chegar a receber 14º, 15º e até 16º salários. Outros benefícios são: descontos em financiamentos, consórcios, empréstimos, isenções de taxas, bolsas de estudo para faculdades e auxílio creche.

Os Escriturários também contam com PREVI, a previdência privada, e o CASSI, caixa de assistência dos funcionários (uma espécie de plano de saúde).

Ao final, somando os rendimentos, PLR, premiações por alcance de metas e CASSI, um Escriturário pode receber R$ 86 mil por ano. Sem o CASSI, o valor é se aproxima aos R$ 76 mil por ano.

Auxílio-transporte
Participação nos lucros
Plano de saúde e odontológico
Auxílio creche-babá
Auxílio ao filho com deficiência
Possibilidade de ascensão profissional
Veja as apostilas para começar os estudos AQUI

Último edital do concurso Banco do Brasil 

O último edital do concurso Branco do Brasil, divulgado em 2018. A banca organizadora, Fundação Cesgranrio, aplicou as avaliações nas seguintes cidades: Belém (PA), Belo Horizonte (MG), Brasília (DF), Campinas (SP), Curitiba (PR), Fortaleza (CE), Porto Alegre (RS), Recife (PE), Rio de Janeiro (RJ) e São Paulo (SP).

As oportunidades foram destinadas a Basília, Rio de Janeiro e São Paulo. Para concorrer, foi necessário que os candidatos tivessem acima de 18 anos, além de diploma de curso de nível médio, expedido por uma instituição reconhecida pelo Ministério da Educação, Secretarias ou Conselhos Estaduais de Educação (MEC).

Confira as etapas do último concurso Banco do Brasil:

Prova objetiva, caráter eliminatório e classificatório
Prova de redação, caráter eliminatório
Aferição da veracidade da autodeclaração de candidatos pretos ou pardos
Procedimentos admissionais e perícia médica, caráter eliminatório

STF

STF defendeu publicação de novo edital. Ano passado um concurso para o Banco do Brasil foi especulado. Porém, o ministro Marco Aurélio, do Supremo Tribunal Federal (STF), prosseguiu com a decisão do Tribunal Regional do Trabalho da 10ª Região (TRT-10) sobre um novo certame.

Segundo o portal do STF, “O ministro Marco Aurélio, do Supremo Tribunal Federal (STF), julgou inviável […] a cassação de decisão do Tribunal Regional do Trabalho da 10ª Região (TRT-10) que determinou a necessidade de realização de concurso público específico para desempenho de profissões de nível superior. Com isso, fica revogada liminar concedida por ele anteriormente que havia suspendido o ato do TRT-10.”

O site ainda complementa que “A decisão do TRT-10 se deu em ação civil pública ajuizada pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) contra o desvio de escriturários de nível médio do banco para atuação em funções de grau superior.”

“Ao julgar recurso ordinário, a corte trabalhista anulou norma interna da instituição por contrariedade à regra geral do concurso público, mas manteve as nomeações já efetuadas e determinou que o BB somente nomeie empregados para as profissões de nível superior após aprovação em concurso público específico para a respectiva profissão”, completa.

O que estudar para o concurso Banco do Brasil 

No último concurso Banco do Brasil para escriturário tradicional, em 2015, foram feitas provas objetivas e redações. A primeira, com 70 questões, contou com as seguintes disciplinas:

Português (10);
Raciocínio Lógico-Matemático (10);
Atualidades do Mercado Financeiro (5);
Atendimento (10);
Conhecimentos Bancários (10);
Técnica de Vendas (10);
Cultura Organizacional (5);
Informática (5);
Inglês (5).

Prepare-se com antecedência!

Com certeza novos concursos serão realizados em breve, tanto do Banco do Brasil como de outras instituições públicas. Muitos esperam a publicação do edital para começar os estudos, mas especialistas em concursos concorridos sempre deixam claro que isso é um grande erro, pois o tempo entre a publicação do edital e a Prova é de pouco menos de 2 meses. Uma boa preparação exige tempo e dedicação aos estudos, por isso muitos concorrentes já estão estudando. Veja apostilas com o conteúdo para começar os estudos AQUI. 

Informações

Concurso Banco do Brasil (concurso Banco do Brasil)
Jornada de trabalho: 30h
Escolaridade: Nível médio
Banca organizadora: a definir
Cargos: a definir
Número de vagas: a definir
Link do último  edital
Clique AQUI para fazer o download

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Sugestões de palavras e expressões para uso em relatórios de alunos

      Escrever não depende de dom, mas de empenho, dedicação, compromisso, seriedade, desejo e crença na possibilidade de ter algo a dizer que vale a pena sobre seu aluno. É importante criticar e sugerir possíveis soluções. Escrever é um procedimento e, como tal, depende de exercitação. E encontrar a melhor maneira de expressar o comportamento de alguém não é fácil, exige muita cautela e perspicácia. Por isso segue sugestões de palavras e expressões para uso em relatórios de alunos. Coloque sempre as intervenções feitas para ações apresentadas, isso ressalta trabalho. SUGESTÕES DE PALAVRAS E EXPRESSÕES PARA USO EM RELATÓRIOS Você pensa Você escreve O aluno não sabe O aluno não adquiriu os conceitos, está em fase de aprendizado. Não tem limites Apresenta dificuldades de auto-regulação, pois… É nervoso Ainda não desenvolveu habilidades para convívio no ambiente escolar, pois

Aberto Concurso Público com 350 vagas para TODOS OS NÍVEIS salários de R$ 5.472,14

O Instituto Brasileiro de Gestão e Pesquisa (IBGP), publicou a realização de um novo Concurso Público que tem como  propósito  a admissão de 350 profissionais de níveis fundamental, médio/técnico e superior. A seleção é destinada a Prefeitura de Nova Serrana MG. Aos profissionais admitidos irão desempenhar funções em carga horária de 20 a 40 horas semanais ou escalas de 12x36 e contarão com salários de R$ 1.100,00 a R$ 5.472,14 ao mês. Oportunidades Ao todo serão preenchidas 350 vagas, distribuídas entre os cargos de:  Nível Fundamental Agente de Apoio da Assistência Social I - Faxineiro (4); Artífice de Obras e Serviços Públicos - Eletricista (3); Artífice de Obras e Serviços Públicos - Sepultador (2); Operador de Máquinas Pesadas e Equipamentos (1); Agente de Apoio da Assistência Social II - Cozinheira de Apoio da Assistência Social (1); Motorista de Apoio Administrativo - Motorista N1 (1); Motorista de Apoio Administrativo - Motorista N2 (2); Motorista de Apoio Assistência Socia

Entenda a diferença entre CEIs, EMEIs, CEMEI, CEIIs e EMEBS na Educação básica de SP

N a Educação Infantil, as crianças convivem e aprendem em ambientes adequados às suas necessidades e interesses, de acordo com sua faixa etária. Os educadores promovem a convivência e o relacionamento com outras crianças e adultos, desde o primeiro ano de vida, como forma de garantir o direito das crianças a uma educação integral e de boa qualidade social, que respeite as necessidades da pequena infância.  Na cidade de São Paulo, há cinco tipos de unidades públicas destinadas à educação infantil:  – CEIs -  Centros de Educação Infantil e Creches Conveniadas, para crianças de zero a 3 anos e 11 meses;  – EMEIs -  Escolas Municipais de Educação Infantil, que atendem crianças de 4 a 5 anos e 11 meses;  – CEMEI -  Centro Municipal de Educação Infantil, que recebe crianças de zero a 5 anos e 11 meses;  – CEIIs -  Centros de Educação Infantil Indígena, que integram os CECIs - Centros de Educação e Cultura Indígena, e trabalham com crianças de zero a 5 anos e 11 meses; e  – EME

10 Dicas para melhorar a fluência de leitura de seus alunos.

E studos comprovam que a ler ajuda a desenvolver o cérebro, ter melhor desempenho acadêmico e até mesmo a criar uma sociedade mais igualitária. Estimular crianças a tomar gosto pelos livros é uma missão importante de pais e educadores. Crie um ambiente confortável que estimule a leitura, no qual a criança tenha acesso aos livros sempre que quiser, com iluminação adequada. Organize as obras em locais agradáveis e de fácil acesso para que tenham facilidade em visualizar os livros e pegá-los sempre que quiserem. DICAS 1- A fluência crescente em seu aluno começa com a modelagem apropriada. Uma dica prática para usar no início é ler um livro juntos pelo menos uma vez ao dia. Sente-se com seus alunos e leia o texto com expressão e usando um ritmo natural. Ao ler as palavras em voz alta seu aluno adotará sua cadência e estilo. 2- A prática guiada é uma ferramenta extremamente eficaz para melhorar a fluidez da leitura e pode ser usada em conjunto com a dica de leitura mencionada anter

BNCC: Entenda como deve ser a transição da Educação Infantil para o Ensino Fundamental

A Base Nacional Comum Curricular (BNCC) é considerada fundamental para reduzir desigualdades na educação no Brasil e países desenvolvidos já organizam o ensino por meio de bases nacionais. E ela também estabelece como deve ser a transição entre essas duas etapas da Educação Básica. De acordo com a BNCC essa transição requer muita atenção, para que haja equilíbrio entre as mudanças introduzidas, garantindo integração e continuidade dos processos de aprendizagens das crianças, respeitando suas singularidades e as diferentes relações que elas estabelecem com os conhecimentos, assim como a natureza das mediações de cada etapa. Torna-se necessário estabelecer estratégias de acolhimento e adaptação tanto para as crianças quanto para os docentes, de modo que a nova etapa se construa com base no que a criança sabe e é capaz de fazer, em uma perspectiva de continuidade de seu percurso educativo. Para isso, as informações contidas em relatórios, portfólios ou outros registros que e